Enredo: Elza Deusa Soares
Compositores: Sandra de Sá, Igor Vianna, Dr. Márcio, Solano Santos, Renan Diniz, Jefferson Oliveira, Professor Laranjo e Telmo Augusto
Intérpretes: Wander Pires
 
LÁ VAI, MENINA
LATA D’ÁGUA NA CABEÇA
VENCER A DOR QUE ESSE MUNDO É TODO SEU
ONDE A “ÁGUA SANTA” FOI SALIVA
PRA CURAR TODA FERIDA QUE A HISTÓRIA ESCREVEU
É SUA VOZ QUE AMORDAÇA A OPRESSÃO
QUE EMBALA O IRMÃO
PARA A PRETA NÃO CHORAR
PARA A PRETA NÃO CHORAR
SE A VIDA É UMA “AQUARELA”
VI EM TI A COR MAIS BELA
PELOS PALCOS A BRILHAR
 
É HORA DE ACENDER NO PEITO A INSPIRAÇÃO
SEI QUE É PRECISO LUTAR COM AS ARMAS DE UMA CANÇÃO
A GENTE TEM QUE ACORDAR, DA “LAMA” NASCE O AMOR
QUEBRAR AS “AGULHAS” QUE VESTEM A DOR
 
BRASIL, ENFRENTA O MAL QUE TE CONSOME
QUE OS FILHOS DO PLANETA FOME
NÃO PERCAM A ESPERANÇA EM SEU CANTAR
Ó NEGA, “SOU EU QUE TE FALO EM NOME DAQUELA”
DA BATIDA MAIS QUENTE, O SOM DA FAVELA
É RESISTÊNCIA EM NOSSO CHÃO
“SE ACASO VOCÊ" CHEGAR COM A MENSAGEM DO BEM
O MUNDO VAI DESPERTAR, DEUSA DA VILA VINTÉM
EIS A ESTRELA
MEU POVO ESPEROU TANTO PRA REVÊ-LA
 
LAROYÊ Ê MOJUBÁ… LIBERDADE
ABRE OS CAMINHOS PRA ELZA PASSAR… SALVE A MOCIDADE!
ESSA NEGA TEM PODER, É LUZ QUE CLAREIA
É SAMBA QUE CORRE NA VEIA