Enredo: Cores do Axé
Compositores: Samir Trindade, Ricardo Simpatia, Bachini, Julio Pagé, Wagner Zanco, Osmar Fernandes e Almeida Sambista
Intérprete: Áudio Não Oficial
 
CAMINHOS ABERTOS PRO AXÉ
ORUM -AYÊ
NA IMENSIDÃO DE OLODUMARÊ
NA TELA O BRANCO DE OXALÁ
XEU ÊPA BABÁ, XEU ÊPA BABÁ
RAÍZES, AQUARELA, ENERGIA
KOSI EWÊ KOSI ORIXÁ
É FOLHA, SEIVA VIVA DE OXÓSSI
TRAZ FORÇA, VENTANIA DE IANSÃ
UM FOGO JUSTICEIRO BEM MAIS FORTE
MEU PAI OGUM, MAMÃE OXUM
GUIANDO O AMANHÃ
É ÁGUA SALGADA DE ODOYÁ
ÁGUAS SAGRADAS DE YEMANJÁ
 
OBÁ OBÁ DE XANGÔ
RISCA ESSE CHÃO
ASSENTA O ORIXÁ NO XIRÊ DESSE TERREIRO
PINTA MEU CORPO RETINTO MACUMBEIRO
 
TAMBOR Ô Ô Ô Ô OGÃ
TAMBOR Ô Ô Ô Ô OGÃ
EVOCA MAGIA ANCESTRAL
NAS LADEIRAS, RITUAL
COLORIDA A BAHIA É CANJERÊ
NUANCE DE FESTA EMOLDURADA NA FÉ
GIRA BAIANA CARREGADA DE DENDÊ
EU SOU DE JORGE, CAVALEIRO DE BATALHA
DO ALTAR, DA FEIJOADA
DOS MATIZES DO AMOR
E ME ENCONTRO NO “BATUK” VERDE E BRANCO
MINHA ARTE É ACALANTO
HOJE O SAMBA É MULTICOR
 
SOBE O MORRO DA FORMIGA FILHO DE ODÉ
FAZ DO PINCEL O MEU OFÁ
NAS CORES DO AXÉ
O IMPÉRIO DA TIJUCA VEM SONHAR